Projeto Garra reúne centenas em busca de saúde e boa forma

Projeto Garra reúne centenas em busca de saúde e boa forma

De segunda a sexta, grupo sobe escadaria com 96 degraus, perda de peso é grande

O artesão Ricardo Fabry procurava uma forma de emagrecer sem academia. Recebeu como sugestão de um amigo fisiculturista subir a escadaria com 96 degraus da Igreja Sagrada Família, no bairro Danilo Passos. Com o tempo, por orientação de um educador físico, corridas e caminhadas na praça foram incluídas no treino.

Funcionou! No primeiro mês, ele perdeu 10 quilos e até o momento já foram 30. Alisson Ricardo, que se exercitava na Pitangui, foi convidado para lhe fazer companhia. Desde então, lá se foram 40 quilos perdidos. Muitas outras pessoas começaram a se exercitar na escadaria ao ver a transformação dos dois. Atualmente  são cerca de 150 pessoas. O projeto também mantém um espaço on-line de apoio.

O grupo também atraiu personais trainers, como Rogério Silva. Ele é voluntário e orienta os praticantes. Sobre a atividade, Rogério explica que o gasto calórico é alto. Como outros benefícios ele cita o aumento da capacidade cardiorrespiratória e vascular, fortalecimento muscular e membros inferiores mais tonificados. “As mulheres ainda têm outra vantagem, a diminuição da celulite”, diz.

Desafios saudáveis

Os integrantes do Garra também participam de corridas na região e se propõem a praticar atividades em outros lugares, como mostra a foto no final do texto. A imagem ilustra uma das corridas com destino à Cachoeira do Caixão em Divinópolis. Em breve, eles viajarão para o Rio de Janeiro para subirem os 222 degraus da escadaria do Cristo Redentor correndo.

Garrinha    

O projeto já tem uma versão para as crianças. Com a meninada, a estratégia é resgatar brincadeiras que colocam o corpo em movimento: pular corda, rouba bandeira, cabo de guerra e muitas outras.

Projeto Garra na Cachoeira do Caixão

Depois de completar metade de um trajeto com 16 quilômetros no final de semana

Observação: matéria publicada na edição 21, da revista Xeque Mate.

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *