O que cabe no trajeto de trem entre BH e Vitória

O que cabe no trajeto de trem entre BH e Vitória

Faz dez anos que embarquei em uma grande viagem. Grande pelo tempo, distância e especialmente por causa dos acontecimentos. Juntamos os primos, Calberty, Roxana e o namorado, Rachel, Marina para ir a Vitória de trem, saímos de Belo Horizonte. Ainda bem que decidimos ir em grupo, são mais de 520 quilômetros, dá tempo de dormir, sonhar, acordar; fazer amigos, brigar com eles e reconciliar. Até uma festa de aniversário cabe no trajeto.

Para a nossa trupe foi assim. Além de malas e muita disposição para conversar, levamos um bolo, era aniversário da Roxana. Fizemos todo vagão cantar parabéns e éramos tão brincalhões que deixamos a menina suja de glacê. Estávamos por conta de fazer o passeio divertido.

Entre uma paisagem e outra o Cal e a Marina cativaram umas criancinhas. Brincaram muito com os garotos, mas o tempo dentro do trem era tão grande que se desentenderam e fizeram as pazes antes de chegar à Vitória.

Também proseamos muito com outro turista, entretanto, não consigo lembrar o nome, só que tinha um estilo hippie. Reencontramos-no em Guarapari e lá ele nem deu tanta bola. Vai ver a amizade foi só de ocasião mesmo, para passar o tempo, tudo bem.

Foram incontáveis as vezes que cochilei e acordei. Foram horas muito divertidas, as finais custaram mais a passar e eu queria dar um jeito de abreviá-las, dormir parecia a melhor opção, embora não tivesse funcionado, o caminho era deveras grande.

Anos antes, outros dois familiares resolverem ir para a praia do mesmo jeito. Para economizar ao máximo, compraram a passagem da classe mais simples e chegaram ao Espírito Santo “brilhosos” por causa do pó de minério. Nós investimos mais e chegamos sem brilho, rs. Dizem que há um tempo todo trem foi reformado e que isso não acontece mais, inclusive, tem ar-condicionado em todas as classes.

As paisagens, a bagunça e suavidade sobre os trilhos fizeram as horas de viagem valerem a pena. Além disso, mineiro não pode perder o trem, né? Recomendo a todos fazerem a viagem pelo menos uma vez. É em uma dessa que descobre-se o sentido literal de trem, porque quem é de Minas sabe que “trem” tem significados a revelia. Tem trem ruim, trem desajeitado, mas a gente gosta mesmo é de um trem bão sem base, igual viajar mesmo!

Saiba mais:

O trem sai diariamente da estação Central de BH, é o único a transportar passageiros com viagens diárias no Brasil. Veja outras informações no site (clique).  

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Você tem 4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *