Uma das palavras mais poderosas e difíceis de serem ditas

Uma das palavras mais poderosas e difíceis de serem ditas

NÃO é uma palavra difícil, mas poderosa. Quando consigo dizê-la para um pedido que sei que será bom só para a pessoa reafirma todos os compromissos que fiz comigo, o de ser feliz e seguir meu propósito. Há pouco tempo prometi que só aceitaria o que tem a ver com o que acredito, meus valores.

Esclareço que dizer sim, na promessa que me fiz, não é referente ao que me traz só benefícios, porque quase sempre é impossível fazer o bem sem sacrifícios e empenho. Mas confesso que quebrei a jura algumas vezes e paguei caro.

Foi como rever um filme que já sei os diálogos, cenas e o terrível final. E o play começou com o meu SIM IDIOTA, talvez por ter achado que era um sacrifício necessário porque nesse mundo temos que ajudar uns aos outros; por consideração as pessoas que pouco ou nada foram gratas a mim. O pior é cumprir as tarefas aceitas com pouco entusiasmo, pois eu falei um sim contra minha vontade e princípios. Acredito que nem quem me fez a proposta e insistiu que eu aceitasse foi tão beneficiado assim. Bom mesmo é dizer um SIM convicto, quando acredito no projeto ou a pessoa tem valor de verdade para mim.

Dizer SIM para algo que não tenho afinidade é como jogar as partidas de um campeonato que já tem campeão e rebaixados; é viver para cumprir a tabela. Pode até acontecer de algum time querer fazer bonito em campo, entretanto, na maioria das vezes, impera a apatia. É viver no mais ou menos, no que é morno, nem quente, nem frio, é ter uma vida insonsa pelo menos até juntar a coragem de ser o próprio herói e dizer um sonoro NÃO.

O NÃO tem o poder de me deixar onde eu quero, lutar pelo que acredito. É até difícil explicar porque é tão difícil falar. Certa vez li que o NÃO é uma palavra completa e que dispensa explicações. Explicar demais é dar a chance para o outro fazer dele um SIM  difícil de digerir depois. A missão do outro termina quando arranca o SIM, a minha, árdua, começa quando o digo. E por que é tão difícil ser firma ao negar? Um dia eu descubro ou pelo menos aprendo a falar essa palavrinha que deveriam nos ensinar na escola junto com o por favor, obrigada e desculpas. Ela também é mágica!

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *