O universo numa casca de nós

O universo numa casca de nós

Eu nunca pensei que fosse gostar de um livro sobre física, mas O universo em uma casca de nós conseguiu fazer com que eu tivesse um pouco de simpatia pelo tema. Bem diferente do que eu lia nos livros didáticos, as explicações que o autor Stephen Hawking dá ao longo das páginas pareciam fazer todo sentido para mim. Leve e bem-humorada, a obra é uma boa pedida para quem quer explicações fora da curva, encantadoras, nem parecem ser científicas. Por vezes pensei estar lendo algum livro sobre realismo fantástico, embora tenha sido indicado quando eu participava de um projeto na escola sobre o sentido da vida.

Eu fiquei embasbacada com algumas teorias, especialmente sobre uma que diz ser possível haver vários “eus” em universos paralelos. Parece viagem demais, mas é uma corrente da física explicada de maneira muito leve. Já li matérias que dizem que muita gente não consegue ler o livro, acredito que seja por considerar a teoria tão louca que não a aceita como parte da ciência. Eu entendo, porém achei as explicações muito boas, difíceis de serem de fato verídicas, uma pena, pois eu gostaria que fosse do jeitinho que Hawking diz.

Sobre considerar o livro difícil eu discordo. Particularmente eu não achei, acredito que a dificuldade de leitura tem a ver com a complexidade de absorver “O universo numa casca de noz” como verdade, explicação possível para o mundo que vivemos.

Para mim, é tudo tão misterioso quanto os buracos negros abordados por Stephen, então coloco as teorias como possíveis, por que não? E outra, gosto tanto da literatura do gênero realismo fantástico que me esquecia em alguns trechos que o que estava lendo não era ficção.

É um livro que me maravilhou, me fez viajar. Recomendo para quem gosta de ir além do que a maioria acredita ou para aqueles que gostam de um quê de fantasia ou até do nosso querido Gabriel Garcia Marquez. A escrita está longe de ser genial como a dele, mas quem gosta do gênio da literatura também vai gostar de ler o gênio da ciência.

 

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *