Homens têm medo de mulheres mais inteligentes?

Homens têm medo de mulheres mais inteligentes?

Por que os homens se afastam das mulheres mais inteligentes que eles? Porque são burros, só pode! Quando se é casado, namorado, rolo divide-se a vida e os conhecimentos a menos que não se adimita que o outro saiba mais. E por considerar que a mulher é menos crânio, não se aprende nada também. Que burrice, hein! E o cara achando que é o mais inteligente da história?

Não tirei nada disso da minha cabeça, é o que mostrou um experimento da Universidade dos Estados Unidos,  de Buffalo (taqui oh). E hoje me perguntaram qual a minha opinião sobre o assunto no Programa Panorama Geral, da Rádio Divinópolis AM, junto à palestrante Sarah Pardini (olhem a página dela, que legal).

Respondi que acho que sim, muitos se afastam quando a mulher parece ter um QI maior.  Não sei se é por pensarem que podem passar vergonha ao sentar para bater papo com uma mulher mais inteligente que eles ou porque a maioria das pessoas só enxergam a inteligência como algo que vem do cérebro, por serem cegos quando a inteligência também está nas mãos, na voz, ao ver soluções para problemas do dia a dia. Talvez seja um misto dos dois ou mesmo a ameaça de estar atrás da amada quando o assunto é ser mais inteligente.

O problema maior é que quase ninguém entendeu ainda que não existe ninguém burro. Todo mundo é inteligente mesmo que a ela nunca tenha aparecido no boletim. Há múltiplas maneiras de ser um crânio, mas só se aplaude o inteligente que mostra o quanto sabe sobre o mundo, física, português, matemática – muito de um ou demais de tudo isto junto. Que difícil!

E quanta gente passa a vida se considerando burro por ser matuto, saber quando chove sem ouvir a Maju Coutinho, como lidar com os bichos e as pessoas ou com as máquinas que estragaram. E o que isso tem a ver com o relacionamento homem e mulher? Tudo! As pessoas só se permitem aproximação quando confiantes. Se considerar burro demais também atrapalha. Tem mulher que odeia este tipo de homem também, daí se junta a um que sabe fazer conta, escrever artigo e só.

Muitos admitem que elas cozinhem melhor, sejam mais bonitas (de preferência até), porém mais inteligente pra quê? Saber é um passo para questionar, procurar o melhor. Gente que pensa procura no mínimo o meio-termo e não o que é melhor para o outro apenas.

Inteligência dificulta a relação se um quer dominar. Quem é inteligente conversa até conseguir compreender e chegar ao que é mais sensato.

 

Daí, pouco se pode aprender com o outro, junta-se ao de igual ou menor intelecto por medo. Ensinar aumentaria a inteligência e isso não pode para os homens com medo das inteligentes. O homem também estaciona, pelo menos em casa não aprende nada por acreditar que a mulher não tem o que oferecer, já que inteligência é só como a dos gênios e não as da dona Maria, da benzedeira, do seu Zé.

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *