Cinco motivos para escolher um hostel (nenhum é o preço)

Cinco motivos para escolher um hostel (nenhum é o preço)

Ficar em hostel está longe de ser apenas por economia, pois estar em um albergue é bem mais que ter um lugar para dormir. Viajei duas vezes para São Paulo e em ambas optei pelo Sampa Hostel, na Vila Madalena. As duas oportunidades foram suficientes para considerar os hostels ótimas opções na hora de viajar, pois:

1. Quem fica em hostel nunca está sozinho: A primeira vez que fiquei no albergue, eu estava sozinha, mas não era a única. Fiz amizade com uma francesa e perambulamos pelo bairro juntas. Desta vez conheci um nigeriano super alto astral, mesmo com companhia foi bom voltar com um amigo a mais. O melhor é que o pessoal é bem disponível para conversar e até para fazer algum programa com você. A máxima não converse com estranhos não vale simplesmente porque são todos viajantes, iguais por isso. Portanto, estão longe de serem estranhos.

2. Oportunidade para praticar outro idioma:  inglês e espanhol são os idiomas mais falados em hostels, mas é muito comum ouvir outras línguas das mais variadas possíveis. O meu inglês tá mega enferrujado, porém foi o suficiente para ouvir as histórias da francesa e do africano nas minhas duas viagens.

3. O hostel te dá dicas de economia: preço é um dos motivos que leva as pessoas a ficarem em albergues. Assim, os funcionários sempre sabem onde é barato e bom para comer. Aqueles que quiserem economizar ainda mais podem cozinhar na cozinha coletiva. Eles também dizem onde a programação é gratuita, dentre outros. No Sampa Hostel tem um quadro com dicas de programação gratuita por dia da semana. Outro ponto bom do Sampa: eles têm uma biblioteca colaborativa. Dessa forma, é possível renovar a biblioteca, basta levar um livro que não faz questão de ter na estante mais.

4. Programação no próprio hostel: muitos promovem luais, festas, etc. Ou seja, dentro ou fora do albergue, diversão é o que não vai faltar.

5. O hóspede pode ter privacidade (tem quarto até para casal): há quartos para 8 pessoas, mas tem só para uma também, com ou sem banheiro, e até para casal. Assim, falta de privacidade não é desculpa para optar por outro tipo de hospedagem, tem mais a ver com estilo de vida, pois aqueles que esperam luxo com certeza não gostarão de albergues, agora os que apreciam ambientes criativos com certeza vão achar vários.

Quem quiser escolher um hostel “cinco estrelas” em São Paulo, eu indico o Sampa Hostel. Bem localizado, está na Vila Madalena, bairro no qual dá para ver muita coisa legal, conhecido pela boemia e grafites. Tem tudo e muito mais que mencionei na lista. O site é: http://sampahostel.com.br/

E não sou apenas eu que acho tudo isso dos hostels. Olha só o que outras pessoas dizem no vídeo.

 

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *