A melhor raça de cachorro

A melhor raça de cachorro

Um cão que tem um pouco de uma raça, um pouco de outra nunca poderia ser chamado de Vira-Lata. Pode-se não saber ao certo se ele é uma mistura de pudle com um bul dog, pug ou pincher, mas sem raça eles não são. Pelo contrário, um injustiçado Vira-latas tem mais raça do que qualquer cão com pedigree, pois reúne as caraterísticas de várias de uma só vez.

O Vira-lata é uma espécie de brasileiro, cheia de misturas, e por isso mesmo traz em seu DNA características únicas. Pode ter as bochechas caídas de um e o pêlo farto de outro. A grandeza de um cachorro de grande porte e a mansidão de um cão feito para viver nos limites de um apartamento. Vira-lata vem com o benefício da surpresa, pois aqueles que tem pedigree são bem previsíveis. Quando se espera um yorkshire nascer já tem-se a certeza de como ele será.

É lindo, eu sei, já tive uma, mas é diferente de quando o bul dog passa perto de uma cadela no cio totalmente incompatível para cruzar, na cabeça dos humanos. Tudo que eles querem é saciar um instinto animal que também faz parte dos homens. Tenho certeza que eles devem dizer na língua dos caninos que não sabemos de nada, que essa preocupação de fazê-los todos mais ou menos iguais é uma besteira e ainda nos achar hipócritas, pois quando nos apaixonamos por alguém diferente a cria sai das mais exóticas e bonitas.

Não sei porque as cães de raça pura custam mais caro, faz sentido nenhum. Os vira-latas podem carregar em seu DNA no mínimo duas raças. Deveriam era valer o dobro. Vira-lata é perfeito para quem quer ter um canil inteiro, pois é possível ter vários exemplares em um só. Nasce e é uma surpresa e tanto. Quando filhote não temos ideia da aparência que terão adultos. Mais legal ainda é quando os irmãos são bem diferentes, vai dizer que nunca viu? Um puxou mais a mãe, a outra o pai e um outra filhotinho até o avó. Melhor que isso só o amor que eles dão, tem diferença nenhuma das outras raças e deveria ser bem mais valorizado. Para fazer jus ao que são, poderiam pelo menos trocar o nome, em vez de Vira-Lata – Várias-Raças.

 

Written by Talita Camargos View all posts by this author →

Talita Camargos é jornalista e flerta com a literatura, procura inspiração em conversas de ônibus, flores, familiares e amigos. Idealizou o Texto do Dia e publicou nos 365 dias de 2015 neste blog como desafio pessoal.

Oi, o que achou do texto de hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *